A esquerda erra no atacado e também no varejo - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

A esquerda erra no atacado e também no varejo

Por: Elite FM
Publicado em 25/11/2020
img
Foto: Pixabay/Gazeta do Povo

A leitura do recém-lançado livro “Democracia em convulsão”, de Mércio Gomes, é fundamental para quem quiser refletir sobre aspectos políticos e culturais da atualidade. Também autor de “O Brasil inevitável” e de diversos ensaios na área de Antropolgia,Mércio investiga,entre outros temas, a polarização da sociedade brasileira entre a esquerda e a direita, a herança do colonialismo, o papel da classe média e a suposta crise de instituições fundamentais para uma democracia saudável. A esquerda brasileira é herdeira do marxismo e já quis fazer revoluções, mas é provável que neste momento toda essa vociferação não passe de retórica. A esquerda acha que tem uma boa visão do Brasil e de seu povo, mas, como a história nos tem mostrado, erra no atacado e também no varejo. A esquerda precisa se abrir para uma visão mais culturalista do mundo para absorver o comportamento e a moral do povo e com ele se reintegrar. Neste momento, a esquerda tem que aceitar que a direita ganhou a presidência e tem que parar de querer derrubar o presidente atual. Jair Bolsonaro é um caso excepcional no Brasil, que se assemelha a meia distância com Jânio Quadros. Elegeu-se por mérito exclusivo. Acontece que Bolsonaro vem de uma importante raiz sociocultural brasileira, o caipira paulista (na modalidade italiana), o sujeito que sabe se virar, acredita na individualidade e desconfia seriamente dos senhores da terra, da classe média, dos usurpadores, dos magistrados, de todos que os querem confrangê-lo a uma espaço residual na vida. Bolsonaro é um homem que sabe se virar e não tem medo de ser o que é. A classe média in toto continua a ser o principal protagonista da disputa esquerda/direita, tanto no Brasil quanto no exterior.


Fonte: Gazeta do Povo