Até quando as redes sociais vão proteger criminosos anônimos? - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

Até quando as redes sociais vão proteger criminosos anônimos?

Por: Elite FM
Publicado em 21/11/2020
img
Imageem:https://www.gazetadopovo.com.br/vozes/madeleine-lacsko/ate-quando-as-redes-sociais-

Além dos Sleeping Giants, beneficiam-se do anonimato mesmo contra decisões judiciais todo tipo de criminoso. STF pensa em punir os CEOs das plataformas. Não é do dia para a noite que perfis anônimos passam a agir como legislador, polícia, promotor, juiz, carrasco, CMO, CEO, padre, pastor e pai-de-santo de todo um país. Aceitar a existência de um fenômeno como o Sleeping Giants, que discorda de algo em uma empresa e se mete a tentar fechar outra, é uma construção. A popularização das redes sociais é recente e estamos no momento de decidir se essas empresas vão ter de obedecer leis como todas as demais ou se continuam inimputáveis.O anonimato nas redes começa confundido com o conceito de pseudônimo. Quando, há alguns anos, começamos a postar coisas pessoais, alguns tiveram dissabores e decidiram não mais se expor. Um pseudônimo foi a saída de diversas pessoas para ficar por dentro das conversas sem criar problemas desnecessários. Só que essa situação é muito tentadora e não faltou quem enxergasse no anonimato uma forma de colocar para fora o pior lado da alma. Eles puseram e as redes acobertaram.Chegamos agora ao ápice do poder: um anônimo que empresta credibilidade de pessoas reais e consegue dobrar grandes empresas a tomar atitudes sem sentido via chantagem. A questão é que entre a possibilidade de fornecer dados necessários ao Poder Público do Brasil e a conveniência para as redes sociais existe um abismo, mas a Justiça tem o dever de por ordem, sem interferir na liberdade de expressão. 







Fonte: Madeleine Lacsko-Gazeta do Povo