TCU pede transparência do Ministério da Saúde sobre testes e vacina da Covid-19 - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

TCU pede transparência do Ministério da Saúde sobre testes e vacina da Covid-19

Por: Elite FM
Publicado em 23/10/2020
img
Relatório pede que o Ministério da Saúde dê ampla transparência em seu site às iniciativas relativas à vacina da Covid-19 existentes no país| Foto: Bigstock/Gazeta do Povo

Um relatório elaborado pelo Tribunal de Contas da União (TCU) apontou falhas do Ministério da Saúde no combate à Covid-19 no país. Dentre os problemas relatados, está a falta de transparência da pasta no envio de informações sobre ações que estão sendo tomadas, desde o início da pandemia. Auditores do órgão de controle apontaram que o ministério não prestou informações suficientes para que se possa concluir se a estratégia de testagem dos casos suspeitos de covid-19 é satisfatória. Na análise das aquisições do Ministério da Saúde, além das deficiências no planejamento, a equipe constatou problemas na transparência dos processos de compra e no monitoramento e avaliação pelos controles interno e externo, em razão da utilização de diferentes sistemas eletrônicos para instrução e condução dos processos administrativos de contratações. Os auditores apontaram também que é preciso dar mais transparência aos documentos relacionados a um contrato firmado entre a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e o Laboratório AstraZeneca para o fornecimento de Insumo Farmacêutico Ativo para a produção de 100 milhões de doses de vacinas para a covid-19. ”Verificou-se, outrossim, a necessidade de que o Ministério da Saúde dê transparência às diversas iniciativas em curso para viabilizar o acesso da população brasileira à vacina, indicando, inclusive, o papel do Ministério da Saúde em cada iniciativa e as tratativas para incorporação dos produtos no PNI", diz trecho do relatório. Nesse sentido, os auditores propõem que o tribunal determine ao Ministério da Saúde dar "ampla transparência em seu site às iniciativas relativas à vacina da Covid-19 existentes no país, indicando, entre outras informações, qual o papel do Ministério da Saúde em cada iniciativa". Como existem cerca de 200 processos para a vacina e prevenções as dúvidas são ainda mais consistentes diante da expectativa de uma vacina eficiente. Há vacinas que estariam disponíveis ainda neste ano, mas como  a Anvisa  precisa de dois meses para avaliar a eficiência da vacina, dificilmente será aplicada neste ano.Tudo indica que no primeiro semestre de 2021 é que surgirão vacinas de diversos laboratórios.


Fonte: Gazeta do Povo e Elite Fm