“Efeito pandemia” pode levar o Congresso a ter produtividade inédita nas eleições - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

“Efeito pandemia” pode levar o Congresso a ter produtividade inédita nas eleições

Por: Elite FM
Publicado em 08/10/2020
img
Senado durante votação remota: sistema é elogiado por parlamentares-Foto: Pedro França/Agência Senado/Gazeta do Povo

A imprevisibilidade que marca 2020 afetou uma tradição negativa do Congresso Nacional: a falta de trabalho de Câmara e Senado nas semanas que antecedem as eleições. A pouco mais de um mês para o primeiro turno das disputas municipais, o Legislativo tem registrado discussões e votações em um ritmo superior ao verificado em ocasiões anteriores, quando corredores vazios e sessões canceladas faziam a rotina do Parlamento. Mas, ainda assim, embora menor, o Congresso terá o chamado "recesso branco" neste ano. Em 2016, o ano das eleições municipais mais recentes, Rodrigo Maia (DEM-RJ), que já presidia a Câmara, falava em interromper votações em 11 de agosto, mais de um mês antes da eleição. Em 2020, não há programação de paralisação tão extensa. A Câmara, em princípio, vai seguir funcionando sem parar.Mas o Senado decidiu que haverá "recesso branco", ao menos por enquanto, em dois períodos de outubro: entre os dias 8 e 18 e entre os dias 26 e 30 de outubro. Nos intervalos, haverá o chamado "esforço concentrado". O Congresso produz muito pouco para retribuir ao povo brasileiro os R$ 30 milhões que gasta por mês. Muitos interesses pessoais,a sanha vergonhosa para garantir reeleição a qualquer custo, fazem com que o país fique em segundo plano e os congressistas estão preocupados com seus municípios e regiões para abocanhar votos na próxima eleição. 


Fonte: Gazeta do Povo e Elite Fm