Os três principais recados do mercado na reação ao Renda Cidadã - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

Os três principais recados do mercado na reação ao Renda Cidadã

Por: Elite FM
Publicado em 04/10/2020

A complacência com que o mercado reage aos anúncios do governo parece estar acabando, e os movimentos que demonstram essa insatisfação estão se tornando mais frequentes. Para isso, não basta só avaliar o movimento de sobe e desce do Ibovespa e dólar. O recado mais forte aparece na forma das taxa dos contratos de Depósito Interfinanceiro (DI), que indicam os juros futuros.A volatilidade da Bolsa e do dólar, primeiros reflexos da insatisfação com as propostas apresentadas, demonstram a reação mais imediata dos investidores, mas também estão sujeitas a variações internacionais – como a eleição presidencial dos Estados Unidos, que afeta diretamente o câmbio. Mas os juros futuros são os mais preocupantes. O governo Bolsonaro sempre ressalta que atualmente o Brasil tem a taxa de juros básica, a Selic, no menor patamar histórico – está fixada em 2% ao ano. A questão é que essa não é a única taxa que vigora.Os juros futuros estão atrelados a investimentos de longo prazo, inclusive títulos da dívida pública, como os do Tesouro Direto. O aumento dessas taxas futuras indicam aumento dos riscos e uma desconfiança do mercado em relação a capacidade de o governo manter o compromisso fiscal e honrar o pagamento dos títulos, e o movimento já vinha se intensificado desde agosto também.


Fonte: Gazeta do Povo