Auxílio emergencial: “Infelizmente, para os demagogos e comunistas, não pode ser para sempre”, diz Bolsonaro - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

Auxílio emergencial: “Infelizmente, para os demagogos e comunistas, não pode ser para sempre”, diz Bolsonaro

Por: Elite FM
Publicado em 03/10/2020
img
O presidente da República, Jair Bolsonaro-Foto: Evaristo Sa/AFP

O presidente Jair Bolsonaro afirmou na terça-feira (29) que o auxílio dado pelo governo federal a trabalhadores durante a pandemia da Covid-19 tem prazo. "O auxílio emergencial, infelizmente, para os demagogos e comunistas, não pode ser para sempre", afirmou Bolsonaro. A declaração do presidente ocorreu depois que o Ministério da Cidadania divulgou o calendário do auxílio emergencial para o pagamento das quatro parcelas extras de R$ 300 para beneficiários que não fazem parte do programa social Bolsa Família. Os nascidos em janeiro começaram a receber o benefício a partir do dia 30 de setembro. É muito demagógico colocar-se a favor de benefícios populares com dinheiro público, sem considerar que esses recursos têm limite de responsabilidade fiscal. E fazer cortesia com chapéu alheio é muito fácil para quem ficaria feliz com deslizes do governo. Na verdade, governos não poderiam distribuir dinheiro e sim investir em infraestruturas para todos, indistintamente, e desta forma todos poderiam se engajar com emprego e renda por sua capacidade. O auxílio emergencial é a prova de que os governos falharam e agem agora num tipo de “operação tapa buracos”.


Fonte: Gazeta do Povo e Elite Fm