Impeachment à vista: como governador catarinense foi do céu ao inferno em 21 meses - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

Impeachment à vista: como governador catarinense foi do céu ao inferno em 21 meses

Por: Elite FM
Publicado em 26/09/2020

Em um ano e nove meses, o governador de Santa Catarina, Carlos Moisés (PSL), foi do céu ao inferno. Novato na política, o ex-bombeiro militar surfou na onda da negação da política e se elegeu com 71% dos votos no segundo turno de 2018. Rompeu um ciclo político de décadas no estado e seu partido, o mesmo que elegeu o presidente Jair Bolsonaro, fez seis cadeiras na Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc). Com a segunda maior bancada no primeiro ano de governo, Moisés conquistou maioria no Parlamento e chegou a ter apoio de 28 dos 40 deputados. Mas o rompimento com o bolsonarismo, uma queda de braço com a Assembleia por causa de impostos sobre agrotóxicos, falta de articulação e denúncias de fraudes no combate à pandemia do novo coronavírus levaram ele a um processo de impeachment, aberto na Alesc no dia 22 de julho. No último dia 17 de setembro, os deputados aprovaram a admissibilidade do pedido de impeachment do governador e da vice-governadora Daniela Reinehr (sem partido). Os dois estão sendo julgados por crime de responsabilidade devido a um reajuste salarial concedido a procuradores do Estado, em 2019, sem a anuência do Legislativo. 


Fonte: Gazeta do Povo