Por que o bolsonarismo e o mercado não gostavam do Renda Brasil - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

Por que o bolsonarismo e o mercado não gostavam do Renda Brasil

Por: Elite FM
Publicado em 19/09/2020

 A popularidade não foi o único fator que pesou na decisão de enterrar as discussões internas sobre o Renda Brasil. Parlamentares bolsonaristas sentiram a reação deles nas redes sociais. Constitucionalizar um programa assistencialista foi recebido como uma política socialista na "raiz" do bolsonarismo. O mercado, que também tem sido um pilar de sustentação do governo, igualmente não reagiu bem à possibilidade de constitucionalizar o Renda Brasil. Isso foi outro motivo a pesar na escolha de abandonar o programa. “Precisamos, hoje, do auxílio emergencial e de um programa assistencialista. Mas... e se amanhã o Brasil 'decolar' e criar muitos empregos? Quando falamos de tornar políticas assistencialistas de ajuda ao mais pobre alguma coisa constitucional, vamos dizer que o Brasil é um país socialista. E um governo liberal não pode aprovar isso”, afirma esse aliado. O governo tem o  dever de aplicar todos os recursos em infraestrutura e não em assistencialismo, já que é a infraestrutura que permite ao cidadão escolher sua posição  profissional   e se inserir por capacidade própria dentro do mercado. Está provado que a mentalidade assistencialista incentiva pessoas à pobreza.


Fonte: Gazeta do Povo e Elite Fm