Feijão impactado por quebra de safra - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

Feijão impactado por quebra de safra

Por: Elite FM
Publicado em 14/09/2020

A razão pelo preço mais elevado de alguns tipos de feijão começa no ano passado, conforme aponta Marcelo Eduardo Lüders, diretor da Correpar e presidente do Instituto Brasileiro do Feijão e dos Pulses (Ibrafe). Quando o produtor foi plantar a primeira safra, a ser colhida no primeiro trimestre deste ano, diminuiu a área de plantio fazendo uma troca do feijão pela soja. Com área menor, a segunda safra, a ser colhida a partir de abril, sofreu com intempéries – estiagem no Paraná, chuva em excesso em Minas Gerais e Goiás. “Menos área na primeira safra, quebra na segunda e aumento no consumo do brasileiro… tudo isso pressionou o preço, não é só porque o dólar subiu”, observa." O Brasil não corre risco de desabastecimento de feijão. A tendência é de que produtores antecipem o plantio da próxima safra e já há colheitas à vista para os próximos meses. No Sudoeste, a falta de chuvas, está atrasando o plantio  de todos os cereais, notadamente soja, milho e feijão, o que vai refletir no plantio da safrinha em janeiro.


Fonte: Gazeta do Povo e Elite Fm