Ameaçada de dissolução, Lava Jato registra recordes e amplia volume de trabalho em mais de 1.000% - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

Ameaçada de dissolução, Lava Jato registra recordes e amplia volume de trabalho em mais de 1.000%

Por: Elite FM
Publicado em 09/09/2020
img
Em momento decisivo, Lava Jato ostenta recordes nas investigações-Foto: Albari Rosa/Gazeta do Pòvo

Há também corrupção envolvendo agentes ligados à Assembleia Legislativa do Estado do Paraná.Em um momento decisivo para a Lava Jato, em que o procurador-geral da República, Augusto Aras, precisa decidir se prorroga ou não o funcionamento da força-tarefa em Curitiba, o grupo registra recordes nas investigações. Em um ofício encaminhado à Procuradoria-Geral da República, os procuradores alegam que desde 2014, o volume de trabalho cresceu 1.647%. Desde o início da operação, mais de R$ 4 bilhões já foram recuperados aos cofres públicos. Segundo o documento, tramitam atualmente cerca de 400 investigações com base em materiais colhidos pela força-tarefa. Além disso, há pelo menos cinco mesas de negociação de acordos de colaboração e de leniência abertas, e mais de 40 linhas de investigação em curso: corrupção envolvendo agentes ligados a diferentes áreas da Petrobras, como a financeira e as ligadas à comercialização de combustíveis; a corrupção envolvendo agentes ligados à Transpetro; a lavagem de dinheiro envolvendo galerias de arte, instituições financeiras, empreiteiras; a corrupção envolvendo agentes ligados à Assembleia Legislativa do Estado do Paraná; a improbidade administrativa envolvendo pessoas politicamente expostas, e;a responsabilização civil de diversas pessoas jurídicas beneficiárias de atos de corrupção e lavagem de dinheiro, incluindo algumas multinacionais.Ao todo, segundo a Lava Jato, a força-tarefa já realizou mais de 25 mil manifestações judiciais. Desde 2014, ano da deflagração, 124 denúncias criminais foram oferecidas, além de outras 38 ações civis públicas propostas. Os procuradores também já participaram de 916 audiências judiciais desde 2014.O número de cooperações internacionais também impressiona: foram mais de 630 acordos com outros países desde o início das investigações. Colocar obstáculos à operação Lava Jato é um atentado contra a sociedade brasileira que reitera ser a corrupção o maior problema do Brasil, pois arrasa com os recursos  que  deveriam ser destinados ao bem comum, salientando-se que  ladrões do dinheiro público são os maiores assassinos da sociedade.


Fonte: Gazeta do Povo e Elite Fm