Saída de Dallagnol traz um recado importante para a sociedade: o valor da família - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

Saída de Dallagnol traz um recado importante para a sociedade: o valor da família

Por: Elite FM
Publicado em 06/09/2020
img
Foto:Laudi Carlos Vedana/Arquivo Elite Fm

Saída de Dallagnol traz um recado importante para a sociedade: o valor da família. Diante do grande desafio de ajudar no desenvolvimento da filha bebê, que apresenta problemas no desenvolvimento e vai precisar de pais mais presentes a partir de agora, o coordenador da maior investigação de crimes de corrupção que o Brasil já viu não hesitou em priorizar a família. A notícia da saída de Dallagnol da coordenação e da investigação da Lava Jato provocou surpresa dupla. Primeiro, porque ninguém esperava, embora alguns desejassem e até estivessem trabalhando por isso. Depois, por causa do componente pessoal revelado pelo procurador. Entristece saber que um pai e uma mãe estão vivendo o drama de lidar com problemas de saúde de um filho, motivo apresentado por ele para abandonar o trabalho que vinha exercendo com sucesso há quase seis anos e meio.É claro que teve gente comemorando e até espalhando a narrativa falsa de que ele está fugindo de punição junto ao Conselho Nacional do Ministério Público, onde havia um pedido para que o procurador fosse afastado do comando das investigações - pedido esse feito por ninguém menos que os senadores Renan Calheiros e Katia Abreu, dois dos investigados pela própria Lava Jato.Queriam ver Deltan Dallagnol fora da operação de busca por provas de corrupção, com alegações como aquela história de que ele dava palestras e que isso era antiético e incompatível com o trabalho de investigador do Ministério Público Federal.Os que pensam que a saída de Dallagnol foi uma tentativa de escapar de um processo interno do MPF são justamente aqueles que aplaudem quando corruptos condenados conseguem, eles sim, fugir de punição, não em julgamentos administrativos, mas criminais. Aliás é essa gente que comemora como vitória qualquer decisão que atrase as investigações.Engana-se quem acha que os corruptos terão mais espaço a partir de agora. A força-tarefa já tem um novo coordenador. Sofre, sim, ataques. Sempre há riscos, porque a luta do bem contra o mal é assim mesmo. Mas a sociedade está vigilante e já demonstrou que apoia a operação.Foi emblemático que no mesmo dia da saída de Dallagnol da Lava Jato a Câmara dos Deputados tenha aprovado um projeto de lei dobrando a pena para quem comete crimes de corrupção em períodos de calamidade pública como esse que nós estamos vivendo, da pandemia de Covid-19.Isso é uma prova de que a sociedade está atenta, sabe se posicionar, faz pressão sobre seus representantes e não vai permitir que os corruptos e os que passam a mão na cabeça deles vençam essa guerra, porque isso é uma guerra.


Fonte: Cristina Graeml-Gazeta do Povo