De juiz que ia “enquadrar corruptos” a acusado de desvios: a meteórica trajetória de Witzel - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

De juiz que ia “enquadrar corruptos” a acusado de desvios: a meteórica trajetória de Witzel

Por: Elite FM
Publicado em 02/09/2020

A Operação Tris in Idem, que afastou Wilson Witzel (PSC) do cargo de governador do Rio de Janeiro, marca o que pode ser o fim de uma meteórica trajetória política de um outsider que prometia acabar com a corrupção, mas que agora é acusado de estar envolvido num grande esquema de desvios de recursos públicos comandar uma “sofisticada organização criminosa”. Já eleitos, Witzel e Bolsonaro romperam a parceria das urnas. Witzel anunciou que gostaria de ser candidato à Presidência em 2022, mas agora, afastado por 6 meses, seu projeto deve ser “espernear para se livrar da companhia de Sérgio Cabral, que já tem200 anos de condenação. O Rio de Janeiro, por ter sido a capital do país teve a corrupção deslanchada pelas gestões públicas, empreguismo estatal sem controle e gerações pouco afeitas à ética e moral e estes males continuaram a ponto de ter 6 governadores  corruptos e 5 presos, e o 6º está a caminho. 


Fonte: Gazeta do Povo e Elite Fm