Como funciona o “jeitinho brasileiro” que inflaciona impostos e está na mira de Guedes - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

Como funciona o “jeitinho brasileiro” que inflaciona impostos e está na mira de Guedes

Por: Elite FM
Publicado em 01/09/2020

A proposta de reforma tributária formulada pela equipe do ministro Paulo Guedes promete acabar com uma “jabuticaba” brasileira: a cobrança do imposto “por dentro”. O jargão denomina uma prática que diminui a transparência na cobrança dos tributos e faz com que o contribuinte pague mais do que a alíquota prevista em lei. Nesse tipo de procedimento, o imposto incide sobre ele mesmo, ou sobre outros tributos – e não apenas sobre o valor do produto em si. Esse cálculo é usado na cobrança dos chamados impostos indiretos, que incidem sobre bens e serviços. O caso clássico da cobrança “por dentro” é o do ICMS, tributo de âmbito estadual. Na cobrança do imposto “por fora”, o cálculo é simples e intuitivo. A alíquota incide somente sobre o valor do produto. Assim, se um produto custa R$ 100 antes da tributação e a alíquota do imposto é de 18%, o tributo será de R$ 18. Portanto, o valor final do produto, com o imposto incluído, será de R$ 118. Na verdade o brasileiro é assaltado na tributação por “dentro e por fora” tática de enganação e usurpação da transparência sabendo que o brasileiro trabalha 6 meses por ano só para pagar impostos, por dentro e sorrateiramente por fora. E os nossos 600 fiscais que consomem R$ 30 milhões por dia nunca viram nada, pois poderia faltar-lhe mordomias. 


Fonte: Gazeta do Povo e Elite Fm