O plano de Bolsonaro para se reeleger em 2022: o que ele quer fazer (e já está fazendo) - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

O plano de Bolsonaro para se reeleger em 2022: o que ele quer fazer (e já está fazendo)

Por: Elite FM
Publicado em 17/08/2020
img
Bolsonaro no canal de transposição do Rio São Francisco: Nordeste está no centro da estratégia de reeleição. Foto: Alan Santos/PR/Gazeta do Povo

Já pensando na disputa eleitoral de 2022, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) vem implantando uma série de ações de governo e intensificou sua agenda de viagens pelo Brasil com dois objetivos: elevar os níveis de aprovação de sua gestão e, paralelamente, tentar anular eventuais adversários políticos na próxima disputa rumo ao Palácio do Planalto. Segundo interlocutores do presidente, a ideia é visitar estados dominados pela esquerda ou aqueles cujos governadores têm algum potencial eleitoral. Paralelamente às visitas, o governo federal já prepara uma reformulação do Bolsa Família, tentando implantar o programa Renda Brasil. Também haverá uma nova versão do Minha Casa, Minha Vida. Além disso, serão lançadas medidas de estímulo para a economia nordestina. Tudo para tentar seduzir o eleitor da região, tradicionalmente identificado como o PT e partidos de esquerda. O benefício do Renda Brasil deve variar entre R$ 250 e R$ 300. Já o novo programa habitacional deve ser lançado no início do ano que vem. O ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, tem realizado reuniões sistemáticas com o próprio presidente para definir diretrizes para esse novo projeto. Para não dar um caráter meramente assistencialista a essas ações, o governo também estuda implementar ações no Nordeste, para estimular a economia local viabilizando uma linha de crédito anual de R$ 25 bilhões por meio de instituições públicas como o Banco do Nordeste e a Caixa Econômica. O pagamento do auxílio emergencial em função da pandemia da Covid-19 elevou a popularidade de Bolsonaro, principalmente entre os nordestinos e os mais vulneráveis. Em nova pesquisa, Bolsonaro lidera nas intenções de voto no 1.º turno e empata com Moro no 2.º. Bolsonaro acredita que vai partir de 35% das intenções de voto. Até 2022 os reflexos da pandemia se estenderão por todas as camadas sociais e econômicas do país que podem mudar  qualquer situação política.


 


Fonte: Gazeta do Povo