Reforma fatiada não ataca problema tributário do Brasil, adverte Luiz Carlos Hauly - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

Reforma fatiada não ataca problema tributário do Brasil, adverte Luiz Carlos Hauly

Por: Elite FM
Publicado em 17/08/2020

Luiz Carlos Hauly, economista e professor, ex-deputado voltado a matérias de ordem tributária,vê como insuficiente o projeto de reforma apresentado até aqui pelo Governo Federal. Hauly considera importante a substituição do PIS e Cofins por uma contribuição única, a Contribuição sobre Bens e Serviços (CBS). No entanto, ele discorda da forma fatiada com que o processo vem sendo conduzido.O ministro da Economia, Paulo Guedes, tem afirmado que outras modificações serão propostas em projetos futuros. É o que o economista e professor Hauly classifica como fatiamento da reforma, estratégia adotada pelos governos desde a Constituição de 1988 e que, na concepção dele, em regra não foi bem sucedida.“Nos últimos 30 anos, foram 17 ‘reformas fatiadas’. A carga tributária aumentou de 22% para 34%, 35% [sobre o Produto Interno Bruto] no período. E o sistema tributário continua sendo o maior empecilho ao desenvolvimento brasileiro”, sublinha Hauly, avaliando que apenas duas propostas, nessas três décadas, foram exitosas: a criação do regime Super Simples (2007) e a desoneração de ICMS para exportação de commodities (1996). 


Fonte: Engenharia de Comunicação contato@engenhariadecomunicacao.com