Afif, assessor de Guedes:”A ideia é que novo tributo vire quase um imposto único” - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

Afif, assessor de Guedes:”A ideia é que novo tributo vire quase um imposto único”

Por: Elite FM
Publicado em 15/08/2020
img
Guilherme Afif Domingos, assessor especial de Paulo Guedes, em imagem de 2019.Foto: Gustavo Raniere/Ministério da Economia/Gazeta do Povo

Guilherme Afif Domingos, assessor especial do ministro da Economia, Paulo Guedes, é um entusiasta do imposto sobre pagamentos. Afif classifica o novo tributo, que deve ser proposto pelo governo na reforma tributária, como o "imposto do futuro". Segundo ele, um tributo sobre transações, que recaia sobre as movimentações eletrônicas, pode, com o tempo, ser utilizado para substituir "todas as bases analógicas do sistema tributário" – à exceção da tributação da renda e da propriedade. No fim das contas, seria praticamente um imposto único – nos moldes do que defendia o antigo secretário da Receita Federal, Marcos Cintra, que foi demitido por Bolsonaro por defender uma repaginação da CPMF. Afif Domingos rechaçou as comparações entre o novo tributo e a antiga CPMF, dizendo que os críticos estão "vendo fantasmas". Mas, na conversa, se referiu ao tributo extinto como sendo uma versão mais velha da ideia atual do governo. Segundo ele, a intenção da equipe econômica é de que a base de tributação do novo imposto – isto é, a variedade de operações que serão taxadas – seja a mais ampla possível, para que a alíquota possa ser pequena e, ao mesmo tempo, bancar parte da desoneração da folha de salários e o aumento da faixa de isenção do Imposto de Renda para pessoas físicas. A intenção inicial é de que a alíquota seja de 0,2% – uma "merrequinha", diz Afif, acrescentando que o porcentual pode diminuir se a base for ampliada. Afif Domingos afirmou, ainda, que todas as etapas da reforma do governo devem ser encaminhadas ao Congresso até o fim do mês. 


Fonte: Gazeta do Povo