Micro de Pato Branco movimenta mais de R$ 4 bilhões com produção agropecuária - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

Micro de Pato Branco movimenta mais de R$ 4 bilhões com produção agropecuária

Por: Elite FM
Publicado em 13/08/2020
img
Soja de primeira safra na região de Pato Branco rendeu mais de R$ 2 bilhões- Foto:Laudi Carlos Vedana/Lavoura de Soja de Pato Branco

Entre os municípios da regional, Chopinzinho foi o com maior Valor Bruto da Produção Agropecuária (VBP) em 2019. No Município, a produção de frango de corte se destacou. Em 2019, a produção agropecuária da microrregião de Pato Branco, composta por 15 municípios do sudoeste do Paraná, movimentou na economia, o equivalente a R$ 4.536.111.315,37. Este valor, quando comparado com dados de 2018, apresentam um aumento de 9% nos rendimentos econômicos na região. A versão preliminar do levantamento da produção rural paranaense, foi disponibilizada pelo Departamento de Economia Rural (Deral) da Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento. Conforme o técnico do Deral, Ivano Carniel, os índices da região estão diretamente ligados ao aumento do valor dos preços das commodities [principalmente da soja e do milho]. Segundo ele, a micro de Pato Branco pode esperar um valor ainda maior para 2020, porque os preços estão maiores. Contudo, Carniel explica que o Valor Bruto da Produção Agropecuária (VBP) é o faturamento bruto da agricultura, e não o lucro final do produtor. Segundo ele, do valor apresentado pelo Deral, ainda são descontados alguns gastos, “como o pagamento dos funcionários, de maquinários da empresa, dos insumos básicos para produzir tudo isso. Os produtores têm o faturamento, mas também tem o custo deles”, disse. Entre os 15 municípios da microrregião de Pato Branco, Chopinzinho, pela primeira vez, registrado na série de análises, foi o que mais se destacou no VBP da micro. Entre os produtos agropecuários, a produção com maior evidência na região foi a soja (1ª safra), que foi destaque em nove dos 15 municípios da região — sozinha, a cultura movimentou 53% do valor total de toda a micro. 


Fonte: Diário do Sudoeste