Transações financeiras tradicionais, mesmo com avanços de tecnologia, devem se manter por anos - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

Transações financeiras tradicionais, mesmo com avanços de tecnologia, devem se manter por anos

Por: Elite FM
Publicado em 12/08/2020

As transações eletrônicas devem ganhar espaço, mas tudo vai depender de como os usuários se adaptarão às novas ferramentas e da qualidade dos serviços oferecidos pelas empresas do setor. As velhas modalidades, como cartão de débito e boleto, muito arraigadas na cultura brasileira, devem resistir por anos ainda. A comparação mais direta é com o cheque, cujo uso despencou 85% entre 1995 e 2017, segundo a Federação Brasileira dos Bancos (Febraban), mas ainda não desapareceu. O consumidor vai adotar o método de pagamento que for mais conveniente para ele. É a experiência do usuário que vai determinar o que for melhor”, afirma Gustavo Noman, coordenador do Comitê de Meios de Pagamentos da Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico. Segundo ele, o consumidor deve ter benefícios concretos na hora do pagamento antes de trocar as velhas ferramentas pelas novas. Uma ajuda deve vir do barateamento do custo das transações, o que deve levar as empresas do setor a oferecerem condições mais vantajosas aos clientes, como descontos e “cashback”. Atualmente a taxa de operação dos cartões de débito gira em torno de 1% para os lojistas. O Banco Central prevê um custo de R$ 0,01 a cada dez operações no PIX, um valor praticamente nulo. A expectativa é de que usar a moeda virtual será muito mais conveniente para o pagador e para o recebedor. O papel-moeda é muito caro de ser produzido e armazenado, além de custos com segurança, transporte e logística. A impressão das novas cédulas de R$ 200 recém-anunciadas pelo BC, por exemplo, vai custar R$ 113 milhões aos cofres públicos.

2


Fonte: Gazeta do Povo