Desocupação de imóveis comerciais sobe 16,5% em Curitiba na pandemia - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

Desocupação de imóveis comerciais sobe 16,5% em Curitiba na pandemia

Por: Elite FM
Publicado em 04/08/2020
img
Total de unidades comerciais vendidas caiu 18,6% em um ano|-Foto: Henry Milleo/Arquivo/Gazeta do Povo

A desocupação de imóveis comerciais em Curitiba, que apresentava tendência de queda desde outubro de 2017, subiu 16,5% entre março e julho deste ano, voltando a patamares de 33 meses atrás, quando o país se recuperava de uma recessão econômica. Os dados são de uma análise do mercado de locação feita pelo Instituto Paranaense de Pesquisa e Desenvolvimento do Mercado Imobiliário e Condominial (Inpespar) e refletem uma resposta das empresas à crise provocada pela pandemia no novo coronavírus, segundo o presidente da entidade, Jean Michel Galiano. O mercado imobiliário tem uma resposta muito rápida ao cenário econômico”, diz Galiano. Muitos restaurantes quebraram, mas Galiano  considera que o cenário é temporário, com rápida reação do mercado imobiliário. O valor médio da locação se manteve estável. Guilherme Braga Werner, sócio-consultor da Brain, vê os indicadores como reflexo da sensibilidade do produto aos movimentos da economia do país. “É natural que se fale muito no home office e na menor necessidade de espaços comerciais, mas não acreditamos que os escritórios deixarão de existir”, avalia. Para ele, neste momento, o que reduziu as vendas entre as unidades corporativas tem mais a ver com o produto que investidores procuram no setor imobiliário.Com a renda fixa gerando baixos rendimentos e o risco mais elevado de se investir em ações, o investimento em imóveis tem se tornado um produto mais atrativo”, ressalta o consultor.


Fonte: Gazeta do Povo