Embrapa alega que 90% dos incêndios na Amazônia ocorreram em áreas já desmatadas - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

Embrapa alega que 90% dos incêndios na Amazônia ocorreram em áreas já desmatadas

Por: Elite FM
Publicado em 28/07/2020
img
Área de floresta amazônica desmatada.| Foto: Ronan Frias Semas/Fotos Públicas/Gazeta do Povo


A Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) alega que 90% dos focos de incêndio na Amazônia em 2019 ocorreram em áreas já desmatadas. Segundo a estatal vinculada ao Ministério da Agricultura, em nota técnica divulgada este mês, o aumento do fogo na Amazônia não estaria derrubando porções da floresta para a abertura de novas áreas de cultivo. A Embrapa põe a culpa das queimadas em pequenos produtores rurais já estabelecidos na região, que não contariam com tecnologias mais modernas para o preparo de terrenos utilizados em pastagens e lavouras. Outros estudos, no entanto, apresentam resultados diferentes. Pesquisadores da Nasa, do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) e do Instituto de Pesquisas Ambientais da Amazônia (Ipam) concluíram que boa parte das áreas desmatadas nos meses anteriores é que estavam sendo queimadas, em um processo de limpeza do terreno. As proporções dos incêndios, segundo análises da Nasa, não são condizentes com limpeza de pasto por pequenos agricultores. Todavia as informações da Embrapa são mais consistentes por apresentarem dados locais em que os desmatamentos ocorreram há muitos anos e envolvem regiões de áreas já cultivadas e muitas delas tiveram crescimento de vegetação cujas queimadas são feitas como forma de limpeza das áreas. Sobre a Amazônia há muitas informações distorcidas e fundamentadas por fogo, como se tudo fosse referente às queimadas originais.”Onde há fumaça, há fogo”, mas nem sempre é a Amazônia queimando.

 


Fonte: Gazeta do Povo e Elite Fm