87% das empresas funcionaram durante a quarentena restritiva - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

87% das empresas funcionaram durante a quarentena restritiva

Por: Elite FM
Publicado em 20/07/2020
img
Foto: Laudi Carlos Vedana/Rádio Elite Fm

O índice caiu em relação aos meses de maio e junho. Em Foz do Iguaçu e em Curitiba e Região Metropolitana as interrupções foram maiores em julho. Cerca de 87% das empresas paranaenses funcionaram entre 1º e 10 de julho, período em que 134 municípios precisavam cumprir regras mais rígidas sobre o comércio e as atividades não essenciais, segundo o boletim conjuntural divulgado  pelas secretarias de Fazenda, do Planejamento e Projetos Estruturantes. O boletim considera como ativa a empresa que emitiu ao menos um documento fiscal  de Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), principal tributo estadual. As médias empresas praticamente não sofreram variações nas últimas semanas.  Francisco Beltrão e Pato Branco estão dentro da margem de plena atividade econômica. Segundo a Receita Estadual, no dia 10 de julho estavam fechados 10,1 mil estabelecimentos do Simples Nacional e 2,5 mil do Regime Normal.  Outro indicador sobre o impacto do decreto de quarentena restritiva aparece no crescimento do volume de vendas nos supermercados e farmácias nas primeiras duas semanas de julho, uma vez que consumidores podem ter migrado para esses locais com a suspensão de alguns ramos do comércio varejista.Por outro lado, houve queda, nesse período, em restaurantes e lanchonetes, variável influenciada pela interrupção do atendimento presencial. Esse setor opera com 40% do volume de vendas do período pré-pandemia, também apontado como 100%.O volume de vendas de materiais de construção/ferragens, áudio/vídeo/eletrodomésticos e informática/telefonia se manteve em patamar estável e elevado em relação ao começo da pandemia. Vestuário/acessórios, calçados e cama/mesa/banho registraram números bem inferiores na segunda semana de julho em relação ao começo do mês, comportamento influenciado pelo fechamento de shopping centers. Esses setores operam com 40% da capacidade de vendas. Os principais grupos do ramo alimentício se mantêm estáveis e acompanharam o movimento de alta dos supermercados. Houve crescimento nas vendas de cereais, farinhas, sementes, chás e café (34%); frutas, verduras e raízes (23%); carnes, peixes e frutos do mar (17%); e laticínios, ovos e mel (7%) no primeiro semestre de 2020 em relação ao mesmo período do ano passado. Pato Branco foi uma das cidades que tiveram boa orientação da prefeitura que permitiu a abertura das atividades comerciais e de serviços o máximo possível dentro das limitações impostas pela pandemia. (AEN e Elite FM)


Fonte: Agência Estadual de Noticias e Elte Fm