Anticorpos contra Covid-19 podem desaparecer em meses, sugere estudo britânico - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

Anticorpos contra Covid-19 podem desaparecer em meses, sugere estudo britânico

Por: Elite FM
Publicado em 17/07/2020
img
Pesquisadores perceberam que, em pacientes recuperados da Covid-19, os anticorpos foram reduzindo ao longo dos meses- Foto: Bigstock/Gazeta do Povo

Os anticorpos contra a Covid-19 podem ter vida curta, como indica um estudo de pesquisadores britânicos feito com quem se recuperou da doença. Entre março e junho, pesquisadores do King’s College London fizeram repetidos testes de anticorpos para Covid-19 em 96 pacientes e profissionais de hospitais de Londres que tiveram diagnóstico confirmado para a doença. Os pesquisadores descobriram que o nível de anticorpos com capacidade de destruir o vírus Sars-Cov-2 atingiu um pico cerca de três semanas após o início dos sintomas e depois diminuiu rapidamente. Embora 60% dos participantes tenha produzido uma resposta "potente" de anticorpos contra esse vírus, apenas 17% deles chegaram ao final do período de três meses de testes com a mesma potência de resposta. Em alguns casos, os anticorpos não foram mais detectados. A perda da imunidade sugere que os pacientes recuperados de Covid-19 podem estar suscetíveis a uma nova infecção, como acontece com a gripe comum, por exemplo. Até o momento, houve relatos de pessoas que foram infectadas pelo novo coronavírus uma segunda vez, mas esses casos são relativamente raros e ainda não foram confirmados. Os níveis de anticorpos foram mais altos e duradouros entre os casos mais graves da Covid-19, o que reforça evidências anteriores de que os infectados com sintomas mais graves produzem mais anticorpos, com vida mais longa, do que quem tem sintomas leves. Os resultados da pesquisa, que ainda não passaram pela avaliação de especialistas independentes, foram publicados na plataforma medRxiv, sem revisão de outros pesquisadores, e submetidos a um periódico científico. Os anticorpos não são a única forma de defesa do corpo humano contra a Covid-19 ou outras doenças infecciosas; os linfócitos T, células do sistema imunológico que eliminam células infectadas pelo Sars-Cov-2, também podem oferecer alguma proteção contra o vírus, segundo estudos anteriores. Essa defesa pelos linfócitos não é detectada nos testes de anticorpos como os feitos no estudo britânico. "Daniel Mansur, professor de imunologia da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC),diz que olhando apenas para os anticorpos, não é possível dizer com certeza que quem ficou doente pode ficar de novo. 


Fonte: Gazeta do Povo