Novo marco regulatório deve tirar Sanepar da “zona de conforto - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

Novo marco regulatório deve tirar Sanepar da “zona de conforto

Por: Elite FM
Publicado em 05/07/2020

Pato Branco é sexta cidade com 80% de esgoto sanitário,Beltrão em sétimo com  77%.Aprovado pelo Senado na semana passada e à espera da sanção do presidente Jair Bolsonaro, o novo marco regulatório do saneamento básico é visto pelo mercado como positivo para os negócios da Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar). Isso porque as novas regras, que estimulam a concorrência no setor, devem forçar a empresa a cumprir metas de universalização no fornecimento de água e tratamento de esgoto, atualmente inexistentes. Para críticos do modelo, no entanto, a facilitação da entrada da iniciativa privada no mercado de saneamento pode precarizar o serviço, especialmente nas cidades menores. Uma das principais mudanças, no caso da Sanepar, é que a companhia não poderá firmar novos contratos de programa com municípios, que hoje ocorrem sem licitação, para a execução dos serviços de água e esgoto. Até 2022, a empresa ainda pode renovar os atuais contratos por mais 30 anos, desde que comprove viabilidade econômico-financeira, além de se comprometer com metas de universalização até 2033: cobertura de 99% para o fornecimento de água potável e de 90% para coleta e tratamento de esgoto.  As maiores cidades do Paraná se destacam com os indicadores de esgotamento sanitário, como é o caso da capital Curitiba (96%), Maringá e Cascavel (acima de 98%), Londrina (94%), Umuarama (93%), Ponta Grossa (91%), Pato Branco (80%), Francisco Beltrão (77%) e Guarapuava (82%). 


Fonte: Gazeta do Povo