Beltrão-Pato Branco e o pacto Nova Itália - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

Beltrão-Pato Branco e o pacto Nova Itália

Por: Elite FM
Publicado em 02/07/2020
img
Fotos históricas do projeto de um produto típico do Sudoeste: o Queijo Santo Giorno já com avanços de produção e degustações em Pato Branco e Beltrão Fotos: Laudi Carlos Vedana/Rádio Elite Fm/

Christophe De Lannoy- Engenheiro Agrônomo e Sociólogo Rural, escreveu um artigo no Jornal de Beltrão e relata um projeto que poderia ter revolucionado a agricultura familiar do Sudoeste. Há mais de 20 anos, puxado pela Amsop sob a presidência do então prefeito de Pato Branco, Alceni Guerra, tínhamos na nossa região o chamado Pacto Nova Itália. Uma iniciativa de desenvolvimento regional que tinha como referência a região Nordeste da Itália: pequenas agroindústrias e indústrias, muita agregação de valor à produção agrícola e muito cooperativismo. Os prefeitos fizeram intercâmbio com a Itália, para entender que aqui poderíamos enriquecer como lá. Mas o Pacto, que devia ser um acordo não apenas entre prefeitos, não prosperou. Alceni perdeu a eleição da presidência da Amsop por três votos e a equipe que trabalhava para o Pacto foi sendo desmontada. Os consultores italianos diziam que o problema era que faltava uma instituição que não fosse governamental para puxar esse projeto. Sim, porque no fim virou uma disputa entre prefeitos, por não dizer entre cidades-polo,Pato Branco (politicamente de centro-direita) de um lado e Francisco Beltrão (politicamente de centro-esquerda) do outro. E houve quem apontasse que Pato Branco teria mais vantagens por maior força política e melhor economia e o projeto foi sufocado. Mas hoje contamos com a Agência Regional de Desenvolvimento do Sudoeste do Paraná, várias universidades, cooperativas e outros órgãos que podem alavancar o que poderia ser o Pacto Nova Itália 2 sem a rivalidade  Beltrão-Pato Branco sendo o projeto encampado por entidades da sociedade civil e cooperativas visando o progresso regional visando à exploração de produtos artesanais com a abundante matéria prima do Sudoeste. ”O Pacto Nova Itália tinha desenvolvido um projeto cujo nome era Queijo Santo Giorno, típico do Sudoeste, e tinha passado por várias etapas com a participação de universidades, até com várias degustações, com aprovação geral, mas o projeto morreu na casca, tendo tudo para dar certo por ser o Sudoeste o maior produtor de leite do Estado. Christophe De Lannoy conclui dizendo:” Então, viva o Pacto Nova Itália 2. 


Fonte: Jornal de Beltrão e Elçite Fm

Fonte das fotos: Rádio Elite Fm/Jornalista Laudi Carlos Vedana