Polícia da China constrói maior banco de dados de DNA do mundo - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

Polícia da China constrói maior banco de dados de DNA do mundo

Por: Elite FM
Publicado em 21/06/2020
img
Coleta de sangue em Ningde, província de Zhejiang,abril de 2019.Foto: Reprodução/Relatório do ASPI/Gazeta do Povo

O governo da China está construindo o maior banco de dados de DNA do mundo administrado pela polícia, segundo um estudo publicado nesta quarta-feira (17) pelo Australian Strategic Policy Institute (ASPI). Com a cooperação de grandes indústrias nacionais e internacionais de tecnologia – incluindo dos Estados Unidos – os policiais chineses vêm coletando diariamente amostras de sangue de homens e meninos com a meta de montar um mapa genético de milhões de pessoas do sexo masculino. O ASPI é uma organização de pesquisa que se diz independente e apartidária, mas foi fundado pelo governo australiano e é parcialmente financiado pelo Departamento de Defesa da Austrália. Com sede em Camberra, capital do país, o instituto desenvolve programas nas áreas de antiterrorismo, políticas estratégicas e de defesa, segurança nacional e política cibernética. O relatório – intitulado “Vigilância genômica: dentro da rede de coleta de DNA da China” – detalha como, no final de 2017, o Ministério da Segurança Pública da China iniciou uma campanha nacional de coleta obrigatória de dados de DNA em uma escala impressionante. “Estimamos que, desde o final de 2017, as autoridades tenham coletado amostras de DNA de 5% a 10% da população masculina da China, ou cerca de 35 a 70 milhões de pessoas. O banco de dados de DNA forense total da China provavelmente contém mais de 100 milhões de perfis, possivelmente 140 milhões, e continua a crescer”, diz o documento. Pela metodologia utilizada, os policiais vão poder rastrear parentes masculinos de um homem usando apenas o sangue, a saliva ou outro material genético desse homem. Para a polícia chinesa, segundo publicou o jornal The New York Times, o banco de dados é essencial para capturar criminosos e os doadores concordam em entregar seu DNA. Por meio do banco, a polícia teria melhores condições para garantir a segurança das pessoas. A meta é reduzir a zero a criminalidade no país. Por que o foco em pessoas do sexo masculino? Os investigadores dizem que a prioridade em coletar amostras de homens e meninos se dá pelo fato de que os homens cometem mais crimes, segundo as estatísticas chineses.


Fonte: Gazeta do Povo