Universidades federais são comandadas por grupos consolidados de esquerda e o governo que mudança - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

Universidades federais são comandadas por grupos consolidados de esquerda e o governo que mudança

Por: Elite FM
Publicado em 13/06/2020

Há grupos consolidados nas reitorias das universidades há mais de 20 anos, com várias denúncias de corrução, sendo um dos casos mais conhecidos o da UFMT. Entre os reitores, não são poucos os que foram ou são filiados a algum partido e privilegiam a ideologia desses em suas decisões. O reitor Rui Vicente Oppermann, da UFRGS, por exemplo, apoiou eventos contra o impeachment de Dilma Rousseff; a reitora Nilda de Fátima Ferreira Soares, da UFV, concedeu a Lula o primeiro de seus títulos de doutor honoris causa - ação repetida por outras federais, como a UFPI; o ex-reitor da UFRJ, Roberto Leher, é filiado ao PSOL e contava com diversos militantes do partido em sua equipe, muitos deles que ainda continuam na universidade... a lista poderia continuar por várias linhas. Em outubro de 2018, dezessete reitores ou vice-reitores de federais assinaram uma carta de apoio ao então candidato à Presidência do PT, Fernando Haddad. O governo Bolsonaro mudou o sistema e passou a escolher qualquer um da lista tríplice, que geralmente era forjada para que um reitor esquerdista ficasse primeiro lugar.


Fonte: Gazeta do Povo