Atenção à saúde não é apenas com o coronavírus: há muitas outras situações que exigem cuidados - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

Atenção à saúde não é apenas com o coronavírus: há muitas outras situações que exigem cuidados

Por: Elite FM
Publicado em 11/06/2020

"Você com certeza está há pelo menos dois meses muito atento a sintomas de resfriado, como dor de garganta, congestionamento nasal, tosse, dores no corpo, falta de ar, de paladar e de olfato – todos característicos de Covid-19. Há muita informação sobre essa doença que espalhou pânico pelo mundo todo. Mas pouca atenção a todas as outras. É o que os médicos vêm dizendo insistentemente nas últimas semanas, depois de constatarem a redução preocupante na busca por diagnósticos, consultas e exames. Você está atento a outros sintomas característicos de doenças conhecidas e das quais pouco se têm falado durante a pandemia de Covid-19? Nódulos, manchas, machucados que não cicatrizam, sangramentos incomuns são alguns dos sinais de problemas de saúde que não se curam com aspirina, chá ou remédios caseiros e podem se agravar caso não haja diagnóstico e tratamento precoce. Não à toa os médicos têm feito esse alerta importante nas últimas semanas. Eles já constataram que há algo muito mais grave do que a pandemia já acontecendo no Brasil e no mundo. De cada 10 novos doentes de câncer, 7 não estão procurando o médico, não fazem exames, nem começam tratamentos, por isso a doença vai se agravar. Quando a pessoa se der conta, talvez não haja mais tempo de tratar.Por medo de sair de casa e contrair coronavírus, que é assintomático em cerca de 80% dos casos (ou seja, não fará mal algum a 80% dos infectados), as pessoas não estão procurando o médico quando percebem algo diferente no corpo e na saúde, mas as doenças continuam na mesma incidência de antes.No caso do câncer, especificamente, há uma estimativa de que só este ano no Brasil surjam 625 mil novos casos. Na entrevista o Dr. Luiz Antonio Negrão Dias, do Instituto de Oncologia do Paraná, lembrou que atualmente o câncer tem cura em 65% dos casos, desde que o paciente descubra e trate logo a doença. Câncer de mama, de útero, de próstata, de pele até de outros órgãos é curável desde que identificado logo no início e a pessoa já comece o tratamento. No começo da pandemia um levantamento feito em Nova York revelou que o número de mortes por infarto em casa aumentou 800% no primeiro mês de isolamento social. Os médicos acreditam que isso esteja ocorrendo no mundo todo, porque as estatísticas não mudam muito de país para país. 


Fonte: Cristina Graeml-Gazeta do Povo