Controladoria do Estado notifica servidores que receberam auxílio do governo - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

Controladoria do Estado notifica servidores que receberam auxílio do governo

Por: Elite FM
Publicado em 06/06/2020
img
Governo avisa servidores que receberam indevidamente auxílio emergencial - Foto: Controladoria-Geral do Estado

A Controladoria-Geral do Estado (CGE) começou a enviar, terça-feira,2, notificação a servidores estaduais que receberam o auxílio emergencial do governo federal, por causa do novo coronavírus. A orientação é que o servidor verifique se os R$ 600,00 foram depositados em seu CPF, que pode ter sido usado por estelionatários, e regularize sua situação, com a devolução do dinheiro. O levantamento dos nomes de servidores estaduais foi feito em parceria pela CGE, Tribunal de Contas do Estado e Controladoria-Geral da União, com o cruzamento de bancos de dados. “É um trabalho pioneiro, que serve como exemplo de boa prática para as outras unidades da federação”, afirmou José William Gomes da Silva, superintendente no Paraná da Controladoria Geral da União.No total, foram encontrados indícios de irregularidade para 4.687 servidores estaduais, incluídos pensionistas, temporários e efetivos. Os valores recebidos indevidamente somam R$ 3,2 milhões, que devem voltar aos cofres públicos, para, segundo Silva, serem redirecionados a pessoas que necessitam dos recursos. Além de servidores estaduais  há milhares de servidores municipais e no Sudoeste há cerca de 500 beneficiados indevidamente e Pato Branco  aparece com maior número entre os municípios  da região. A prefeitura de Pato Branco não foi consultada sobre a lista dos beneficiados, mas o prefeito declarou que está tomando as medidas legais e esclarecer a situação, já que há casos de apropriação de dados e pode haver  fraudes de terceiros. A Amsop também declarou que está tomando medidas legais, pois o fato desmerece o funcionalismo público municipal. O controlador-geral do Estado, Raul Siqueira, acredita que a maioria dos servidores que constam na lista pode nem saber que recebeu o dinheiro. “Emitimos a notificação para que eles possam se manifestar se foram vítimas de alguma irregularidade, alguma fraude ou de alguma improcedência”, explicou Siqueira. 


Fonte: Agência Estadual de Noticias e Elçite Fm