Manifesto “Estamos Juntos”: como a esquerda usa palavras vazias e o sentimentalismo para seduzir - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

Manifesto “Estamos Juntos”: como a esquerda usa palavras vazias e o sentimentalismo para seduzir

Por: Elite FM
Publicado em 05/06/2020

Em mais uma tentativa desesperada e anacrônica de fazer prevalecer a visão de mundo derrotada nas urnas nas eleições de 2018,a esquerda brasileira acaba de lançar o movimento “Estamos Juntos”. Pelo texto do manifesto, o leitor pode ter a impressão de que se trata de um esforço conjunto para “fazer um Brasil que nos traga de volta a alegria e o orgulho de ser brasileiro”. Mas é só uma iniciativa que pretende dar uma rasteira na democracia, essa incompreendida. É de uma obviedade quase infantil quando diz:” Somos cidadãs, cidadãos, empresas, organizações e instituições brasileiras e fazemos parte da maioria que defende a vida, a liberdade e a democracia”.Afinal quem seria louco de se dizer contra a vida, a liberdade e a democracia,não é mesmo? Diz ainda:” Defendemos um país mais desenvolvido, mais feliz e mais justo”, caindo novamente em contradição.(”Mais feliz e mais justo  ficaria se  o dinheiro roubado do país, e são trilhões, voltasse para  ser aplicado nesta pandemia.”)“O texto termina com um fim apoteótico e simbólico do sentimentalismo vazio que norteia a esquerda que se acha esclarecida e iluminada, mas completamente vazia e desconexa da realidade e repleta de fantasias, que em tentam esconder um passado que sucateou o Brasil com os maiores escândalos de corrupção que tal manifesto quer apagar num passe de trocadilhos sentimentais sem nenhum atrativo sustentável na realidade. 


Fonte: Gazeta do Povo e Elite Fm