Florais, homeopatia e “medicina” chinesa podem, mas cloroquina nem pensar! - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

Florais, homeopatia e “medicina” chinesa podem, mas cloroquina nem pensar!

Por: Elite FM
Publicado em 02/06/2020

O CNS (Conselho Nacional de Saúde) aprovou recomendação para que gestores públicos usem e divulguem práticas integrativas e complementares, como homeopatia, acupuntura, fitoterapia, florais e reiki, no tratamento da Covid-19. O mesmo conselho recomendou ao Ministério da Saúde que suspenda o uso da hidroxicloroquina em casos leves da infecção por falta de evidência científica. Ao observar a configuração do tal conselho, ficamos na dúvida se é algo médico, ou se se trata de um sindicato ligado à CUT. Como politizaram um remédio, só porque os presidentes Trump e Bolsonaro apostaram suas fichas nele, eis que a hidroxicloroquina está vetada, mas não os florais de Bach do doutor Edward! Pode tudo! Só não pode a hidroxicloroquina, que o JN da Globo recomendava até para mulheres grávidas na época da zika, quando o presidente não era Bolsonaro ainda. Mas jamais se esqueçam: ciência, ciência, ciência! É tudo em nome da ciência, e se o político ortopedista sai, então a ciência foi exonerada do Ministério da Saúde! Afinal de contas, até a OMS recomendou o cancelamento do uso da cloroquina! Foi com base num estudo publicado na Lancet e repleto de falhas, como diversos cientistas apontaram. E quem é a OMS mesmo? Para globalistas, a voz da ciência. Para céticos e realistas, um puxadinho da ditadura chinesa, que tem como diretor-geral um etíope marxista acusado de ocultar epidemias em seu país de origem. A sabujice da OMS perante o regime opressor chinês não vem de hoje. A entidade endossou a "medicina tradicional" chinesa, colocando a saúde mundial em risco. O que mais vemos por aí é jornalista leigo arrotando "ciência", e selecionando a dedo quem pode ou não falar em nome da tal ciência. Quando 600 médicos enviam uma carta a Trump alertando para os efeitos terríveis do lockdown na saúde, eles são simplesmente ignorados. Esses não contam! Tragam Atila ou Greta! Além disso, agora vemos as autoridades da Noruega admitindo que talvez o lockdown tenha sido desnecessário, já que o vírus já estava naturalmente perdendo força em sua disseminação de qualquer forma. O fato é que muitos que tentam monopolizar a fala em nome da ciência são apenas papagaios ideológicos e arrogantes, que filtram aquilo com que já concordam, e emitem suas opiniões com um verniz científico. Mas é pseudo-ciência. É cientificismo, o grande mal do século. 


Fonte: Rodrigo Constantino-economista-Gazeta do Povo