Grande estudo internacional testa uso da cloroquina para prevenção da Covid-19 - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

Grande estudo internacional testa uso da cloroquina para prevenção da Covid-19

Por: Elite FM
Publicado em 25/05/2020
img
Pesquisadores farão testes clínicos para saber se a cloroquina e hidroxicloroquina são eficazes na prevenção da Covid-19| Foto: GEORGE FREY/AFP/Gazeta do Povo

Pesquisadores britânicos deram início ao maior estudo internacional em curso sobre a eficácia do uso da cloroquina e hidroxicloroquina na prevenção da Covid-19. A partir de quinta-feira (21), enfermeiros e médicos de Oxford e Brighton que trabalham diretamente com pacientes infectados poderão se voluntariar para a pesquisa, que pretende recrutar mais de 40 mil participantes na Europa, Ásia e África. A pesquisa busca verificar se a cloroquina e a hidroxicloroquina oferecem proteção contra a Covid-19, ou seja, vai verificar a ação profilática dos medicamentos, diferente de outros estudos amplos já realizados sobre o uso das substâncias no tratamento da doença. Os dois medicamentos, usados no tratamento da malária e lúpus, ganharam repercussão internacional depois que o presidente americano, Donald Trump, passou a defender o uso das substâncias no tratamento do coronavírus. Nos últimos dias ele disse que está tomando hidroxicloroquina como forma de se prevenir contra o coronavírus. Os órgãos reguladores americanos autorizaram o uso emergencial da hidroxicloroquina em pacientes com coronavírus, mas o FDA (Food and Drug Administration) alertou contra a administração da droga fora de ambientes controlados devido ao risco de causar problemas cardíacos. O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, também é um ferrenho defensor da aplicação do medicamento para o tratamento da Covid-19 . O Ministério da Saúde divulgou,  um novo protocolo para uso da cloroquina no Brasil, permitindo que o medicamento possa ser recomendado para pacientes nos estágios iniciais da infecção por coronavírus, e em dosagens mais baixas. A promoção desses medicamentos por lideranças mundiais, a falta de estudos consolidados sobre a ação das substâncias contra o coronavírus e a ausência de tratamentos para a Covid-19 tornam a pesquisa britânica bastante relevante. Neste momento, "realmente não sabemos se a cloroquina ou a hidroxicloroquina são benéficas ou prejudiciais contra a Covid-19", disse Nicholas White, professor da Universidade de Oxford e um dos líderes da pesquisa. Porém, um estudo profilático controlado e randomizado como o que está sendo desenvolvido será a "melhor maneira de descobrir" se elas podem prevenir a doença.



Fonte: Gazeta do Povo