O dólar em quase R$ 6: por que a moeda subiu tanto e como isso afeta pessoas e empresas - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

O dólar em quase R$ 6: por que a moeda subiu tanto e como isso afeta pessoas e empresas

Por: Elite FM
Publicado em 24/05/2020

Desde o início de 2020, o real vem sofrendo um forte processo de desvalorização frente ao dólar. Para se ter uma ideia, em 2 de janeiro deste ano a moeda norte-americana valia R$ 4,02. Na última quarta-feira (20), a cotação média foi de R$ 5,70, segundo o Banco Central – e já não parece ilusão falar em um cenário no qual o dólar baterá os R$ 6.A intensificação da desvalorização do real registrada nos últimos meses aconteceu de forma semelhante em 2015, a partir do início do segundo mandato da ex-presidente Dilma Rousseff . De acordo com Rafael Leão, economista-chefe da consultoria Parallaxis, alguns fatores presentes naquele momento seguem como pano de fundo para a valorização atual do dólar. O boom de commodities se encerrou, já que os preços estagnaram ou até recuaram um pouco. No limite, o que se tem é um modelo de crescimento esgotado e sem grande perspectiva de melhora", explica. "O choque cambial de 2020, porém, tem mais ingredientes em sua composição. A pandemia do coronavírus, é claro, é uma das explicações para a desvalorização do real. A moeda brasileira, entretanto, vem sofrendo mais do que as de outros países emergentes que também foram afetados pela Covid-19.Reportagem do jornal inglês Financial Times afirmou que o real tem a pior performance entre as moedas em 2020 e, de acordo com analistas, ainda pode cair mais em decorrência da crise do coronavírus."É um fenômeno global. Todas as moedas estão apanhando do dólar, só que o Brasil está apanhando muito mais", afirma Alex Agostini, economista-chefe da Austin Rating. 


Fonte: Gazeta do Povo