Pedidos de seguro-desemprego chegam a 2,8 milhões até maio - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

Pedidos de seguro-desemprego chegam a 2,8 milhões até maio

Por: Elite FM
Publicado em 23/05/2020
img
Foto:Marcelo Andrade/Gazeta do Povo

Os pedidos de seguro-desemprego aumentaram 76,2% na primeira quinzena de maio na comparação com o mesmo período de 2019. De acordo com balanço divulgado pelo Ministério da Economia, foram 504.313 solicitações. O número representa um aumento de 4,9% na comparação com a segunda quinzena de abril deste ano (480.848). O estado com mais pedidos foi São Paulo (149.289), seguido por Minas Gerais (53.105) e Rio de Janeiro (42.693). No período, 77,5% dos pedidos foram feitos via internet. Depois de um decreto no fim de abril ter definido o processamento de seguro-desemprego como serviço essencial, porém, as solicitações presenciais aumentaram 58,5% em relação à segunda quinzena de abril. De janeiro até o dia 15 de maio, foram 2,841 milhões de pedidos, o que representa alta de 9,6% em relação ao mesmo período do ano passado. Mesmo com a necessidade de isolamento social para conter o avanço da Covid-19, a maior parte dos pedidos ainda é feita presencialmente. Segundo a pasta, 46,1% dos pedidos foram feitos pela internet e 53,9% nas agências do governo. Com o objetivo de reduzir o desemprego, o presidente Jair Bolsonaro defendeu  que as pessoas voltem ao trabalho usando máscaras, assim que o projeto em tramitação no Congresso que obriga a utilização do item for aprovado. Para o presidente, a segurança fornecida pelos equipamentos justifica uma eventual retomada da atividade econômica. "Se nós dizemos a vocês que a máscara evita o contágio, vamos poder trabalhar de máscara, porque, se não puder, é porque a máscara não funciona. Tem que voltar a trabalhar, pô, a vida continua", disse o presidente em transmissão de vídeo feita em sua página no Facebook. Na live, Bolsonaro também voltou a defender o uso da cloroquina para o tratamento da Covid-19. Segundo o presidente, na ausência de um medicamento que comprovadamente ajude contra o coronavírus, é o caso de "deixar o cara tentar com a cloroquina".” Pais de família, já sem dinheiro para dar comida aos filhos, estão dispostos a cumprir todas as exigências para voltar a trabalhar e  poder, ao menos,  comprar comida para a família.


Fonte: Gazeta do Povo e Elite Fm