Em sessão, vereadores debatem reunião sobre construção de nova unidade prisional - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

Em sessão, vereadores debatem reunião sobre construção de nova unidade prisional

Por: Elite FM
Publicado em 23/05/2020
img
Vereadores e prefeito Augustinho Zucchi, durante a reunião realizada no Largo da Liberdade-Foto Laiane Carniel

Encontro foi realizado com o prefeito Augustinho Zucchi, após o Estado afirmar que apresentará o projeto nos próximos dias.Durante a sessão de quarta-feira (20), os vereadores falaram sobre a reunião realizada na terça-feira (19), com o prefeito Augustinho Zucchi, sobre a possibilidade de doação de terreno do Município para a construção de uma nova unidade prisional, em Pato Branco. Os vereadores afirmaram que, em reunião com o Major Zocche, o Estado se comprometeu a apresentar, nos próximos dias, um projeto de construção de uma nova unidade prisional. O prefeito Augustinho Zucchi ouviu as demandas e afirmou que aguarda o posicionamento do Estado, em apresentar um projeto e solicitar, formalmente, um local para a edificação, bem como, o da população, que ele acredita que deve ser ouvida para que haja uma decisão. A construção deste novo espaço, fora do perímetro urbano, é uma reivindicação antiga da sociedade, que vive em constante insegurança, convivendo com situações de rebeliões, motins e tiroteios no centro da cidade. “A retirada da cadeia do Centro, geraria mais conforto e segurança aos moradores, assim como, um crescimento da nossa economia com a geração de empregos. Acredito que, após a pandemia da COVID-19 também sentiremos um aumento da criminalidade e precisamos estar preparados para essa possibilidade”, defendeu o vereador Fabrício Preis de Mello (PSD) durante a sessão. O presidente da Câmara de Vereadores, Moacir Gregolin (Republicanos), explicou que o modelo de edificação apresentado conta com biblioteca, salas de aula e espaço para que os presos trabalhem. “Um local assim possibilitaria a ressocialização de quem está cumprindo sua pena, pois poderia aprender e desenvolver uma profissão, gerando uma segunda oportunidade de vida, longe da criminalidade”, considerou Moacir.


Fonte: Assessoria:Laiane Carniel