O vírus brasileiro: pode acreditar. Nós somos mais letais que o nosso concorrente chinês - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

O vírus brasileiro: pode acreditar. Nós somos mais letais que o nosso concorrente chinês

Por: Elite FM
Publicado em 01/05/2020

A epidemia de coronavírus provocou um efeito surpreendente no Brasil. Mesmo com as 4.119 pessoas que tiveram a morte confirmada ou sob suspeita de terem sido provocados pelo vírus chinês, a média de óbitos diários nos 23 primeiros dias de abril foi 13% menor que em março. Isso significa que em comparação com o mês anterior, 411 vidas foram poupadas por dia, conforme o sistema unificado de cartórios de registro civil. Isso quer dizer que apesar do impacto da pandemia, no período morreram 9.460 pessoas a menos no Brasil. É para comemorar? Não. Deveria servir para causar uma certa vergonha em nós brasileiros. O isolamento mostrou que brasileiros estão se matando menos. Seja na carnificina do trânsito – que em 2019 contabilizou 40.721 mortes –, seja pela violência que no ano passado registrou 41.635 assassinatos. Somadas, as duas fontes de mortes "não naturais" alcançaram no ano passado a cifra de 83.356 vidas perdidas. Uma média de 226 por dia. Uma tragédia que a Covid-19, ainda bem, ainda não foi capaz de superar no Brasil. São várias as razões que fazem o vírus chinês mais assustador que o problema brasileiro. Uma delas é o fato inegável de que ninguém é capaz de saber até quando estaremos à mercê dele e quantos sucumbirão à pandemia. Outro ponto é subjetivo. Talvez os brasileiros já tenham assimilado a ideia de que a morte no trânsito ou pela violência é algo tão presente que ela já faz parte das estratégias e sobrevivência que cada um adota no dia a dia, que se tornaram tão corriqueiras como fazer um check-up ou vacinar contra a gripe. 


Fonte: (Leonardo Coutinho-GPazeta do Povo