Na saúde e na economia :Não vai faltar cloroquina. E empregos? Movimento empresarial prega: “Não demita” - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

Na saúde e na economia :Não vai faltar cloroquina. E empregos? Movimento empresarial prega: “Não demita”

Por: Elite FM
Publicado em 11/04/2020
img
Foto Ilustrativa/Gazeta do Povo


Ainda sem eficácia comprovada no tratamento do novo coronavírus, os medicamentos à base de cloroquina e hidroxicloroquina têm defensores e céticos na classe médica. Apesar do debate, são a principal esperança de cura e o pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro refletiu essa aposta.Isso tudo nos leva à questão: os hospitais do Brasil têm quantidade suficiente do medicamento para atender a todos os casos graves da Covid-19?Usadas originalmente para tratar doenças como malária, artrite reumatóide e lúpus, esses remédios são produzidos em larga escala no Brasil. Correspondente da Gazeta do Povo em Brasília, Leonardo Desideri explica por que, se o uso for liberado, não faltará cloroquina no país.Apesar do debate, são a principal esperança de cura e segundo informações os medicamentos teriam produzido resultados animadores,mas ninguém da classe médica quer ser responsável por uma decisão de uso,tendo em vista efeitos colaterais,mas quem lê,na íntegra, qualquer bula de remédio  vai encontrar contraindicações de todos os calibres.Leia,por exemplo as contraindicações do “paracetamol” para dor de estômago e precisará um gesto de muita coragem para tomar e saber que atrás dele virá uma sequência de outros medicamentos para curar as contraindicações.E os empregos? O editor de Economia Fernando Jasper mostra que quase 3 mil empresas já aderiram ao movimento "Não Demita". Grandes bancos, multinacionais e empresas menores se comprometeram a manter os quadros por pelo menos dois meses. Uma notícia boa: a produção nacional de resspiradores será intensificada. Mas para evitar o aumento de casos, o Ministério da Saúde reforça a necessidade de isolamento social.


Fonte: Gazeta do Povo