Até quando será necessário adotar o isolamento social no Brasil - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

Até quando será necessário adotar o isolamento social no Brasil

Por: Elite FM
Publicado em 10/04/2020
img
Ministério da Saúde propôs critérios para estados e municípios afrouxarem regras de isolamento social a partir do dia 13 de abril. Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil/Gazeta do Povo

Principal política de prevenção ao novo coronavírus no mundo, o isolamento social é motivo de divergência no Brasil. 0 ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, recomenda que se siga os protocolos de isolamento preconizados pela Organização Mundial da Saúde. O boletim epidemiológico do Ministério da Saúde apresentou regras para afrouxar o distanciamento social,pois há diferenças entre estados e municípios. Mas, afinal, até quando é necessário manter as pessoas em casa como estratégia de combate ao coronavírus? "O Ministério da Saúde divide as estratégias de isolamento social em três vertentes principais. A medida adotada atualmente em boa parte do país é o Distanciamento Social Ampliado (DSA), que recomenda que todos permaneçam em casa durante a vigência da medida, restringindo ao máximo o contato com as pessoas. Outro método é o Distanciamento Social Seletivo (DSS), quando apenas alguns grupos ficam isolados. Fazem parte desses grupos aqueles que apresentam mais riscos de desenvolver a doença ou os que podem apresentar um quadro mais grave, como idosos e pessoas com doenças crônicas, por exemplo.Por fim, há o bloqueio total, ou lockdown, que é o nível mais alto de segurança.No Brasil, não houve nenhuma região que adotou esse protocolo até agora. Em boletim epidemiológico divulgado na segunda-feira, o Ministério da Saúde propõe afrouxar a partir de 13 de abril o isolamento social em algumas regiões. A pasta define dois critérios para isso: as novas medidas devem ser adotadas em regiões que não comprometeram mais do que metade da capacidade de atendimento de saúde instalada antes da pandemia do novo coronavírus; e com incidência da doença que não supere em 50% a média nacional. Com isso, a pasta pretende permitir a retomada gradual da circulação e da atividade econômica. Por outro lado, regiões com mais da metade da capacidade ocupada e com coeficiente de incidência 50% superior à estimativa nacional deverão manter regras de isolamento social amplo até que seus sistemas de saúde estejam providos de leitos, respiradores, testes, equipamentos de proteção e equipes de saúde suficientes. Na hora que conseguir reconhecer que determinados lugares você já passou de determinado ponto da epidemia, vai pensando em fazer a volta gradativa. Esse ponto  pode ser diferente em estados e municípios.


Fonte: Gazeta do Povo