Usar ou não? Especialistas debatem uso da máscara contra a Covid-19 - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

Usar ou não? Especialistas debatem uso da máscara contra a Covid-19

Por: Elite FM
Publicado em 04/04/2020
img
Foto:Bigstock/Gazeta do Povo

Especialistas têm debatido a mudança nas orientações sobre o uso de máscaras para proteção contra a Covid-19. Até o momento, o uso das máscaras para o combate do novo coronavírus está limitado a pessoas com sintomas da Covid-19 e a quem estiver próximo a elas, seja um profissional de saúde ou não. Essa é a orientação da Organização Mundial da Saúde (OMS), mas especialistas de países como os Estados Unidos e China têm reaberto a discussão para incluir pessoas assintomáticas nessa lista. Em um estudo publicado na revista Science no início de março, pesquisadores do país asiático perceberam que as pessoas que não apresentavam os sintomas para a doença eram as principais disseminadoras do vírus. Eles calculam que 86% das infecções pelo novo coronavírus não foram documentadas no país e, dessas, 55% eram tão contagiosas quanto em pessoas que apresentavam os sinais de febre, tosse seca e falta de ar. O próprio diretor do Centro de Controle de Doenças da China, George Gao, cita que o não uso da máscara seria um "grande erro" no combate à doença. Em entrevista à revista científica Science, ele diz:"O grande erro dos Estados Unidos e da Europa, em minha opinião, é que as pessoas não estão usando máscaras. O vírus é transmitido por gotículas e contato próximo. Gotículas tem um papel muito importante - você deve usar uma máscara, porque quando você fala, sempre há gotículas saindo da sua boca. Muitas pessoas têm infecções assintomáticas ou pré-sintomáticas. Se eles estão usando máscaras faciais, isso previne que as gotículas que carregam o vírus escape e infecte outras pessoas", responde Gao. O ministro da Saúde Henrique Mandetta disse que a equipe está preparando um protocolo que direcionará tanto a produção de máscaras feitas com TNT (tecido não tecido), bem como orientará sobre o uso adequado desse produto.


Fonte: Gazeta do Povo