Faciap lidera manifesto do setor produtivo no Paraná - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

Faciap lidera manifesto do setor produtivo no Paraná

Por: Elite FM
Publicado em 28/03/2020

 Cacispar e todas as coordenadorias do Estado assinaram o documento, que contém sugestões para retomada gradativa das atividades econômicas.A Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Estado do Paraná (Faciap), em conjunto com as entidades integrantes do setor produtivo do Paraná, protocolou junto ao Governo do Paraná, o Manifesto do Setor Produtivo do Paraná e pede a reabertura gradativa das atividades econômicas. O presidente da Cacispar, Carlos Manfroi, explica que são 23 sugestões relacionadas no documento enviado ao Governo do Estado. “O movimento associativista do Paraná tem mantido reuniões frequentes, por vídeo, para debater o panorama decorrente das medidas para combater o coronavírus. Além de solicitar a reabertura gradual das atividades econômicas a partir do próximo dia 31 de março, o manifesto contem outras  sugestões ao Governo do Estado, entre elas:- focar estratégia de quarentena e isolamento para os grupos de risco, liberando parte da força de trabalho para retorno às atividades, priorizando, quando possível, o home office;- permitir que as empresas operem com horário ampliado, para evitar aglomerações e possam distribuir os atendimentos;- determinar o funcionamento das indústrias, do comércio e de serviços, mesmo que seja em regime de escalas com suas equipes alternadas caso o setor produtivo tenha essa possibilidade (adequando a cada tipo de segmento); - garantir aos colaboradores que se enquadram no grupo de risco fiquem de quarentena, com subsídio financeiro (garantia de salário) pelo Estado;- criação de canais de atendimento via Whatsapp, telefone e e-mail por parte de todos os órgãos estaduais, para recebimento de documentos e solicitações, com atendimento imediato, maximizando a automatização dos processos e a digitalização do governo; - liberação urgente de linhas de crédito para as empresas, com negociação, envio de documentos e liberação online;- eliminar as bonificações acima do salário para todas as esferas públicas, inclusive Legislativo e Judiciário, exceto pessoal da área da saúde e segurança.




Fonte: Assessoria:Antônio Menegatti