Abandonar as reformas é uma clara tentativa de suicídio do país - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

Abandonar as reformas é uma clara tentativa de suicídio do país

Por: Elite FM
Publicado em 15/03/2020

Está difícil. A qualquer minuto, dizem médicos respeitadíssimos, os governos e as redes sociais, o sujeito pode pegar um coronavírus ao botar o pé para fora de casa, e a partir daí não está claro se ele vai ter uma gripe, se não vai acontecer nada ou se vai cair morto.Ler sobre o assunto, em geral, só aumenta a sua própria confusão mental. Para completar, começam a surgir, agora, dúvidas cada vez angustiantes. Vou perder meu emprego? Vou fechar a minha empresa? Vou ficar sem um tostão no bolso? O noticiário é tenebroso. As bolsas caem tanto, em todos os países do mundo, a ponto de suspenderem os pregões. O ministro Paulo Guedes disse que o país tem “capacidade e velocidade de escape” para enfrentar a crise. Não se sabe bem o que é isso, mas é certo que a urgência das reformas se torna cada vez mais vital. O Brasil, sem nenhum vírus, já não tinha outra escolha. Há duas possibilidades, diante de tudo isso: ou a onda passa, e passa relativamente logo, ou o mundo acaba. Como a segunda hipótese é pouco provável, mesmo porque é impossível dar tudo errado durante o tempo todo, sobra a primeira. Há estimativas, nas quais você acredita se quiser, que as coisas vão piorar durante os próximos três, quatro ou cinco meses, e depois começarão inevitavelmente a melhorar – porque o contágio se esgota e o combate à epidemia se torna mais eficaz.Enfim, problemas sempre existiram, pessoas morrem de diversas doenças muito mais que as provocadas pelo coronavírus, só que não viram notícia na grande imprensa. Tomar cuidados coma própria saúde deve ser um hábito normal sem os excessos que aparecem nas redes sociais e mesmo  pela imprensa. ()


Fonte: J.R.Guzzo –Gazeta do Povo e Elite FM