O que muda para o Brasil agora que a OMS declarou a pandemia de coronavírus - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

O que muda para o Brasil agora que a OMS declarou a pandemia de coronavírus

Por: Elite FM
Publicado em 14/03/2020
img
O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta: nova estratégia vai ampliar grupo de casos suspeitos.-Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

A declaração da Organização Mundial da Saúde (OMS) de que o coronavírus é uma pandemia (surto disseminado em todo o planeta), vai mudar a estratégia do governo brasileiro para combater a doença. O Brasil inclusive vinha pressionando a OMS a declarar a pandemia o quanto antes. A partir de agora, o esforço deixa de ser conter a disseminação por meio da localização e isolamento de possíveis infectados que viajaram a países com transmissão sustentada ou que tiveram contato com pessoas infectadas que estiveram nessas nações. A nova estratégia será considerar suspeito qualquer brasileiro que apresente os sintomas do coronavírus e que esteve no exterior – em qualquer país, já que a doença é uma pandemia. Ou seja, o grupo alvo de atenção aumenta. Consequentemente, também vai crescer o número de casos suspeitos. A transmissão sustentada (ou consistente) é quando casos novos aparecem sem que os infectados tenham viajado a áreas de risco ou tenham tido contato conhecido com pessoas que estiveram nesses países. Ou seja, o doente se infectou de um modo que não é possível rastrear a origem da contaminação. Isso significa que a transmissão está disseminada. A estratégia de identificação de casos suspeitos muda com a declaração de pandemia. "As pessoas que chegarem de qualquer lugar do mundo que tiverem tosse, febre, gripe, já podem ser considerados casos suspeitos. Especialistas, contudo, afirmam que o Brasil ainda pode tentar conter a disseminação do coronavírus. Com uma pandemia serão adotadas  medidas mais restritivas.


Fonte: Gazeta do Povo