Deputados destacam necessidades do Sudoeste - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

Deputados destacam necessidades do Sudoeste

Por: Elite FM
Publicado em 11/03/2020
img
Foto:Reprodução Facebook/Deputado Luiz Fernando Guerra

Nas últimas semanas o assunto que mais repercutiu foi sobre aeroporto na região Sudoeste e paralelamente as necessidades prementes para o desenvolvimento da região. Falando para o Diário do Sudoeste o deputado Wilmar Reichembach, de Francisco Beltrão, abordou o  assunto aeroporto, de um lado a ampliação do aeroporto de Pato Branco e de outro um aeroporto partindo do zero, em Renascença, e questionou se  a viabilização de recursos  para esta nova obra, não desfalcaria  demandas mais urgentes na prática, mas que um aeroporto regional faz parte da tendência  mundial de fortalecimento do transporte aéreo regional ,mas que as rodovias são as que mais precisam de melhorias no momento. Por  sua vez  o deputado Luiz Fernando Guerra declarou que ”vivemos  a era da velocidade das informações e a região precisa  ter infraestrutura necessária e  destacou que o aeroporto de Pato Branco é a melhor opção para a região, já que não há recursos públicos para um aeroporto sair do zero para atender a região”. Com R$ 50 milhões, Pato Branco poderá ter um aeroporto regional com toda a segurança pelos próximos 30 anos. Guerra ressaltou que os compromissos públicos devem atender às reivindicações da Carta do Sudoeste, um documento das entidades da região que envolvem 40  pedidos  nas áreas de saúde, infraestrutura, especialmente  na PR-280, agropecuária e segurança. Na verdade, o Sudoeste recebeu muito pouco dos governos estaduais nos últimos anos e não tem sequer uma rodovia decente para escoar seus produtos e muito menos para atrair grandes investimentos. O Aeroporto de Pato Branco,já está projetando a região para o país e o mundo. Afinal região que não tem aeroporto vive na ostracismo social e econômico. Falar em novo aeroporto regional,agora,é apenas um sonho, mas  as regiões Sudoeste e Noroeste catarinense, precisam viver acordados diante da realidade e apostar em medidas  para o “agora” pois existem dois dias  do ano em que nada pode ser feito. Um se chama” ontem” e outro se chama “amanhã”, portanto o dia certo para acreditar e fazer é “hoje”.


Fonte: Diário do Sudoeste e Elite Fm