Em reposta a críticas, China demite oficiais e muda método de contagem de casos - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

Em reposta a críticas, China demite oficiais e muda método de contagem de casos

Por: Elite FM
Publicado em 16/02/2020
img
Médico analisa tomografia de pulmão em uma enfermaria de uma zona de quarentena em Wuhan-Foto: Divulgação/China/AFP/Gazeta do Povo

Em resposta às críticas internas sobre a forma como estava lidando com a epidemia de coronavírus, o governo central da China demitiu mais um oficial do alto escalão do Partido Comunista na província de Hubei, epicentro do surto do novo vírus. Inclusive o prefeito de Wuhan, capital de Hubei foi demitido. O governo de Xi Jinping também está enfrentando o ceticismo da comunidade internacional quanto os números de casos confirmados e mortes que está divulgando, dada a realidade nos hospitais de Wuhan, onde muitas pessoas não foram diagnosticadas com o vírus por falta de testes. Há relatos na imprensa internacional de que algumas morreram antes mesmo de conseguir fazer o teste para o coronavírus. Por causa disso, a Comissão de Saúde de Hubei resolveu alterar a metodologia de contagem de casos da doença. Agora são considerados casos confirmados os pacientes que possuem sintomas – não mais apenas aqueles que testaram positivo para o vírus. Isso elevou o número de infecções em 14.840 apenas nesta quarta-feira (12), e agora já são quase 60 mil casos confirmados na China continental. Além das fronteiras chinesas, mais de 500 casos de coronavírus foram notificados, a maioria na Ásia.O sistema de censura em operação na China continua permitindo que informações cruciais sejam escondidas ou tratadas como boatos. O fato é que  o governo chinês quer divulgar apenas o que lhe interessa sem a liberdade de expressão de quem que que seja e controla até as redes sociais, mas há quem consiga repassar recados para o mundo que são alarmantes.


Fonte: Gazeta do Povo