Inspirada em modelo escandinavo, escola técnica pioneira inicia aulas no Paraná - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

Inspirada em modelo escandinavo, escola técnica pioneira inicia aulas no Paraná

Por: Elite FM
Publicado em 12/02/2020
img
Centro Estadual de Educação Profissional Florestal e Agrícola, em Ortigueira| Foto: José Fernando Ogura/AEN

Entrou em funcionamento na segunda-feira (10) no Paraná o Centro Estadual de Educação Profissional Florestal e Agrícola, primeira escola técnica do segmento no país, fruto de uma parceira entre o governo do estado, prefeitura de Ortigueira e a empresa Klabin. Com ensino profissionalizante, a escola vai ofertar três diferentes cursos: técnico em Operações Florestais, Manutenção de Máquinas Pesadas e Agronegócio. Há ainda duas modalidades: uma integral – junto com o ensino médio, para o curso Agronegócio – e outra subsequente – quando o aluno já concluiu o ensino médio, para os outros dois cursos, Operações Florestais, Manutenção de Máquinas Pesadas.Os cursos foram concebidos com a colaboração da empresa, líder na produção de papéis para embalagens no país. Alguns funcionários, inclusive, participaram do processo seletivo e integram o quadro de 25 professores contratados. Nesse primeiro semestre são 172 alunos,mas a escola tem capacidade para 800 estudantes, sendo até metade no internato. O projeto pedagógico é inspirado em modelos da Finlândia e da Suécia, com a profissionalização da escola técnica. Com máquinas específicas e importadas, a indústria de papel e celulose carece de profissionais "prontos" para operá-las. "Precisava de laboratórios compatíveis e com essas operações específicas. A nova escola é um marco para o sistema educacional do Paraná e vai oferecer cursos que não existem hoje no país. Formará operadores de máquinas florestais e mecânicos de máquinas pesadas, profissões em que não há oferta de profissionais em todo o Brasil", comenta o diretor florestal da Klabin, José Totti.É exatamente o que falta na educação brasileira.O aluno  fica 12 na escola e sai  sem  chance clara de trabalho.Singapura e  Coreia são hoje potências mundiais graças ao sistema de educação implantado envolvendo empresas e escolas direcionadas ao mercado de trabalho.


Fonte: Gazeta do Povo e Elite Fm