Premissas erradas geram notícias falsas sobre as mudanças climáticas - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

Premissas erradas geram notícias falsas sobre as mudanças climáticas

Por: Elite FM
Publicado em 08/02/2020
img
Modelos matemáticos enviesados, criados de modo a refletir certa pauta política, criam cenários catastrofistas para o futuro da Humanidade.- Foto: Pixabay/Gazeta do Povo

As mudanças climáticas em breve constituirão “uma catástrofe global custando milhões de vidas em guerras e desastres naturais”, previu um estudo governamental. Em 2020, de acordo com uma reportagem do Guardian sobre o estudo, “a mudança abrupta do clima poderia levar o planeta à beira da anarquia enquanto os países desenvolvem armas nucleares para defender e assegurar suprimentos de comida, água e energia". Isso foi há 16 anos. Agora que o ano de 2020 está sobre nossas cabeças, será que algum desses cenários “catastróficos e sombrios” está se realizando? Longe disso. "Realmente, o planeta experimentou um leve aquecimento, mas as alegações de que há um aumento nas condições climáticas extremas são muito exageradas. Pelo contrário, as sociedades conseguiram enriquecer e, como resultado, se tornaram mais capazes de resistir aos eventos extremos que enfrentaram. Nos EUA, a economia está prosperando. O desemprego se mantém nos níveis mais baixos da história e o mundo está melhorando. E, ao conquistarmos a independência energética, transformamos o panorama global de energia. Modelos matemáticos equivocadas explicam boa parte do problema. Todos esses modelos matemáticos se baseiam em premissas e se descobriu que o custo social do carbono é essencialmente zero e pode até ser negativo. Os benefícios associados a um acréscimo moderado de calor pode superar os custos. Entre essas premissas estão tentativas tolas de se fazer projeções para daqui a 300 anos sem se ater ao custo-benefício nesse períodoe se descobriu que o custo social do carbono pode reduzir em até 80% ou mais em comparação com as estimativas já feitas.


Fonte: Gazeta do Povo