Título: "Excelências Bandidas - O Império da Corrupção no Brasil" traça cenário da corrupção - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

Título: "Excelências Bandidas - O Império da Corrupção no Brasil" traça cenário da corrupção

Por: Elite FM
Publicado em 22/01/2020
img

 Livro é um lançamento da editora Novo Século e apresenta propostas de mudança nas estruturas públicas do país. Os caminhos que percorreram alguns dos principais escândalos no país são temas do livro “Excelências Bandidas - O Império da Corrupção no Brasil”. A obra traz à luz problemas nacionais que contribuem para sistemas fraudulentos, seus protagonistas e quais mudanças na estrutura pública são necessárias. Com linguagem inclusiva, a obra permite que pessoas comuns ou do Direito compreendam e tenham pensamento crítico quanto ao tema. Escrito pelo advogado Cloves de Souza aborda esse tema como forma de fazer um fiel registro de todos os acontecimentos e propor mudanças que podem impedir que se repitam, explica o autor. A obra também aborda quais foram as consequências do histórico de corrupção no Brasil e aponta erros na estrutura pública, como excesso de municípios e necessidade de reformas administrativa e tributária. “Com a obra, proponho mudanças para impedir que escândalos de corrupção se repitam. Acredito que as principais delas se concentram na redução de um terço do congresso nacional, das assembleias administrativas, além de um novo pacto federativo”, acrescenta Cloves. O livro aponta um enxugamento da máquina pública, com a redução do número de partidos políticos. “A proposta é que haja a extinção de todos os atuais partidos e recriação de apenas três, sem financiamento público de suas campanhas”, explica o autor. O livro mostra a efetiva participação do poder central, ou seja, da Presidência da República na montagem e gerenciamento da corrupção em todas as empresas estatais do país, bem como os fundos de pensão de todas elas. Seguramente   a maioria dos políticos não terá interesse em ler esse livro, mas serve para toda a sociedade se conscientizar de que  a esfera governamental teve a maior responsabilidade para desencadear a maior corrupção da América a ponto de um presidente institucionalizar a propina junto às empreiteiras.


Fonte: Gazeta do Povo