A corrupção anestesiou a sociedade brasileira - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

A corrupção anestesiou a sociedade brasileira

Por: Elite FM
Publicado em 22/01/2020

 A imanência da corrupção nas diversas esferas do domínio público acaba por conferir efeito anestésico à sociedade. Acaba-se achando normal roubar, contanto que se faça alguma coisa para compensar o roubo. Há até o slogan” Roubou mas fez”.  Uma historinha hilária diz haver quatro tipos de sociedade no mundo. A primeira é a inglesa, a mais civilizada, onde tudo é permitido, salvo o que é proibido. A segunda é a alemã, sob rígidos controles, onde tudo é proibido, salvo o que é permitido. A terceira é a totalitária, pertinente às ditaduras, na qual tudo é proibido, mesmo o que é permitido. E a quarta é a sociedade brasileira, onde tudo é permitido, mesmo o que é proibido. Que explicação pode se dar para inserir Brasil na caricatura da esquisitice? É possível explicar em parte o chiste quando se atenta para a formação do ethos nacional. A adjetivação para qualificar o homo brasiliensis é vasta e, frequentemente, dicotômica: cordial, alegre, trabalhador, preguiçoso, verdadeiro, desconfiado, improvisado. Afonso Celso, em seu Porque me Ufano do meu País, divide as características psicológicas do brasileiro entre positivas e negativas, dentre elas a independência, a hospitalidade, a afeição à paz, caridade, acessibilidade, tolerância, falta de iniciativa, falta de decisão, falta de firmeza, pouco diligente. Estas situações acontecem porque o Brasil nunca teve projeto de Estado para a Educação. Cada governo quis inventar a roda da Educação, culminando com “Pátria Educadora da Dilma” e foi quando todos os índices educacionais despencaram.


Fonte: Gazeta do Povo e Elite Fm