A velha política voltou: partidos escolhem figurões como líderes. E nenhuma mulher - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

A velha política voltou: partidos escolhem figurões como líderes. E nenhuma mulher

Por: Elite FM
Publicado em 14/01/2020
img
Foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados

Os principais partidos que definiram seus líderes na Câmara dos Deputados para 2020 indicaram parlamentares com experiência no Congresso, ou mesmo que já exerceram a função, para comandarem suas bancadas. É a "velha política" de volta à Câmara. Já confirmaram seus líderes legendas como PT, MDB, DEM, Novo, PSD, Republicanos, Podemos e PROS. Outras, como PCdoB, Cidadania, Solidariedade, PTB, PL, PSOL, PTB, PP, PSC e PSB e PDT deverão selecionar os líderes apenas no início de fevereiro, quando o Congresso retoma seus trabalhos. No PSDB e no PSL - partido do qual o presidente Jair Bolsonaro saiu, mas que ainda agrega o núcleo bolsonarista da Câmara -, a escolha dos líderes é tema de grande disputa interna, não resolvida. O cargo de líder é de grande peso no dia a dia da Câmara. O líder é responsável, entre outras funções, por orientar a votação da bancada - ou seja, por indicar como os deputados devem votar -, por selecionar os membros de seus partidos para as comissões e também por participarem das reuniões do Colégio de Líderes, realizadas semanalmente, quando são definidas as pautas de votações. Como sempre prevalece a velha política patriarcal: Mulheres continuam fora da liderança dos grandes partidos. A grande maioria da classe política tem como prioridade se manter no poder e agora quer se aproveitar  dos R$ 2 bilhões do Fundo Partidário. A única chance de mudar esse quadro péssimo para o Brasil, é o eleitor acordar e não reeleger quem faz parte da vetusta política, que está com validade vencida.


Fonte: Gazeta do Povo e Elite Fm