Um balanço da economia (e da equipe econômica) em 2019 - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

Um balanço da economia (e da equipe econômica) em 2019

Por: Elite FM
Publicado em 07/01/2020
img
Por Roberto Ellery, publicado pelo Instituto Liberal/Gazeta do Povo

Antes de começar a falar de 2019, é importante contextualizar o que vou falar na leitura que faço da economia brasileira, especificamente da crise que estamos passando. Creio que existem duas crises econômicas: uma de longo prazo e outra de curto prazo. A primeira está relacionada a características estruturais da economia brasileira e se arrasta desde meados da década de 1970; a segunda está relacionada a graves erros de política econômica que começaram no segundo mandato de Lula e tomaram proporções gigantescas no primeiro mandato de Dilma. Sair dessa crise é trabalho para vários governos. O atual governo parece ciente desse problema, mas forçar um crescimento alto no curto prazo pode ser fatal no futuro não muito distante. Demanda externa, construção civil ,agronegócio e serviços melhoraram  o país. A receita para esse bom ambiente econômico é complicada, mas certamente passa por mais liberdade para que empresas e famílias tomem decisões adequadas sem medo das incertezas jurídicas e coisas do tipo. O otimismo deriva da ideia de que, como o consumo das famílias cresce mais que o consumo do governo, a economia estaria sendo puxada pelo setor privado. A equipe econômica de Paulo Guedes está agindo com precisão e precisa implantar mais reformas no país, sendo a principal a reforma tributária para sair do emaranhado de mais de 15 normas que afastam os investidores. Todavia é preciso que o Congresso pense mais no país e menos fisiologismo para manter os altos salários e mordomias que consomem inutilmente os recursos públicos sem atentar para as reformas indispensáveis.


Fonte: Rodrigo Constantino - Gazeta do Povo e Elite FM