Como o capitalismo faz com que você viva melhor do que os magnatas do passado - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

Como o capitalismo faz com que você viva melhor do que os magnatas do passado

Por: Elite FM
Publicado em 12/12/2019
img
Apesar de ter um patrimônio equivalente a 1,15% do PIB dos Estados Unidos na época, Cornelius Vanderbilt nunca teve o luxo de abrir uma simples geladeira cheia de comidas frescas.| Foto: Pixabay/Gazeta do Povo

Tanto a história quanto os dados disponíveis mostram que, longe de produzir miséria, o capitalismo é uma magnífica máquina de geração de riqueza. Em primeiro lugar porque, desde os primórdios da humanidade, a condição natural do homem é a pobreza. Parece evidente dizer que, a princípio, há dezenas de milênios, não existia nada na Terra para o ser humano além de animais, plantas e recursos naturais em geral. Essa realidade foi transformada gradativamente, especialmente em virtude da acumulação de capitais, da expansão dos mercados e do empreendedorismo. A Revolução Industrial, que consolidou o processo de surgimento do modo de produção capitalista, foi uma combinação desses fatores. Sob diversos aspectos, o mundo se desenvolveu mais, e de forma mais rápida, após o século XVIII: o crescimento da população mundial, a redução da pobreza, a melhora dos índices de desigualdade, a alfabetização, a queda da mortalidade infantil, o aumento da expectativa de vida, entre outros. Os parâmetros de avaliação são muitos. O resultado, no entanto, é incontroverso: o mundo mudou para melhor.Pela primeira vez na história, segundo dados do Financial Times, há mais pessoas na classe média do que na pobreza. O mundo não está apenas mais rico; as pessoas estão migrando cada vez mais rápido para a classe média — que, por sua vez, também está enriquecendo. Tudo isso melhorou os índices de bem-estar para patamares jamais alcançados na história.Os números podem nos deixar otimistas. De acordo com estimativas do Our World in Data, a taxa de pobreza extrema, que era de 94% em 1820, caiu para menos de 10% em 2015. Isso é ainda mais impressionante se considerarmos que a população mundial cresceu mais de sete vezes nesse período.Isso só foi possível pela livre iniciativa. Países ricos, com maior probabilidade de sucesso e com melhor qualidade de vida, são países economicamente livres.Embora nos dias de hoje milhões de pessoas ainda estejam em situação de privação de necessidades básicas, os dados mostram que a vida melhorou. A maioria dos indivíduos se encontra mais protegida contra doenças, mais bem abrigada, mais bem alimentada, vive mais e tem luxos inimagináveis em relação a seus antepassados.O tal de  socialismo pregado por esquerdistas não prosperou em nenhum país do mundo,nem mesmo na Rússia,nem em Cuba,Venezuela e tantos outros que foram na conversa fiada de espertalhões bolivarianos.


Fonte: Gazeta do Povo e Elite Fm